evolução

Evolução das mídias – do jornal às redes sociais

Como se deu a evolução das mídias com o passar dos anos? Como as pessoas, de fato, eram impactadas? Quanto se foi gasto? Confira abaixo um check-list com a linha do tempo e a evolução do jornal às mídias sociais de hoje:

A evolução das mídias

  • 1800: a propagação de informações, produtos e serviços eram feitas por ambulantes, entregando panfletos, assim como santinhos e cartazes. Portanto, esse método foi a primeira forma de campanha política, realizada na Independência do Brasil. O impacto não era em massa e qualquer pessoa podia ser o alvo, já que não havia segmentação.
  • 1891: surgem os jornais, classificados e as primeiras agências de propaganda. Os rádios trouxeram os jingles, bem como os programas de auditório.
  • 1950: é recebida no Brasil a primeira emissora de TV. Nessa década, as impressões das mídias subiram o nível de qualidade com o surgimento do offset e da rotogravura. Por consequência, o impacto passou a ser em massa e o investimento nessa mídia era alto: de 100%, 25% eram feitos na televisão.

Nesse meio tempo, entre 1950 e 1990, a “Era de Ouro da Publicidade” foi estabelecida, com regras e normas. Desse modo, a comunicação com o público começou a ser mais descontraída e criativa, principalmente por anúncios.

  • 1990: após um grande salto, surge a internet e então o contexto de propaganda mudou completamente. O meio impresso passou a ser muito menos utilizado, dando lugar ao meio digital, que a cada dia ganha mais espaço, justamente por facilitar o acesso a informação, ser mais rápido e eficiente em relação a resultados. No ano de 1998 a internet começou a ganhar mais espaço com o início do Google.
  • 2000: com chegada da internet e das redes sociais, como Myspace, Facebook, Twitter, Tumblr entre outras, além de ferramentas que auxiliam em seu desempenho. A forma de impacto mudou, além de facilitar a comunicação. Os mobiles também foram uma novidade a partir dessa década.

Veja também:

Atualmente

Hoje as mídias sociais são, além de distração e entretenimento, uma forma de divulgar e vender produtos e serviços. As empresas que se fazem presentes no mundo digital, obtém melhores resultados, se comparadas com aquelas que não estão online nas plataformas. De acordo com a Digital AdSpend 2018, no ano passado, o Brasil contou com R$14,8 bilhões investidos em publicidade digital.

Investir no meio online facilita o impacto ao público-alvo, a segmentação correta traz bons resultados e o budget de investimento cabe no bolso. A LIONS Marketing Digital tem como te ajudar. Entre em contato conosco e teremos o prazer em atendê-lo.

Compartilhar:
Sem Comentários

Faça um Comentário